Como Funciona

1 – PLANILHA-SÍNTESE (*):  Tudo começa com o preenchimento (SEM IDENTIFICAR A EMPRESA, exceto seu ramo) de uma Planilha-Síntese . Este é o maior “trabalho” para a Consultoria e exige uma grande atenção para que os dados nela inseridos sejam os mais fidedignos possíveis. Muito embora a grande maioria das empresas brasileiras não possua uma contabilidade completa, 1.200.000 delas entregaram em setembro de 2015 seus Balanços de 2014 à Receita Federal. Em julho de 2016 entregarão o ano de 2.015. Seria de GRANDE INTERESSE dessas empresas e seus contadores, analisarem ANTES da Receita Federal esses seus balanços. Ao menos para poder debater com ela em alguma eventualidade. Também seria interessante analisar AS DEMAIS que ainda não entregaram pois a maioria das quais será fiscalizada com base nas notas fiscais emitidas. Ajudará a atender e entender o FISCO e a GESTÃO das empresas.

Os alunos e consultores-RENACCON recebem uma aula gravada e apostila (CURSO) sobre como preenchê-la MANUALMENTE, uma a uma, para cada empresa; e as EMPRESAS CONTÁBEIS poderão preenchê-la UMA VEZ seguindo a orientação anexa (Planilha-Renaccon.mp4) e então poderão – automaticamente – emiti-la para TODAS AS SUAS EMPRESAS CLIENTES, credenciando-se a receber – conforme agenda – uma ANÁLISE FUNDAMENTAL GRATUITA de todas as suas empresas-clientes.

PROBLEMA E SOLUÇÃO: e-book: “CONTABILIDADE FISCAL e para GESTÃO EMPRESARIAL – Êta casamento difícil” – Para atender ao FISCO, por exemplo, as empresas lançarão na receita os valores na data da emissão da respectiva Nota Fiscal (Regime de CAIXA). Digamos em FEV/2016, mas de serviços que foram prestados em JAN/2016 (Regime de COMPETÊNCIA). Então, “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa”… O certo é contabilizar a receita no mês que FOI GERADA mas isso é contrário à orientação da Receita Federal. Assim, uma observação EXTRA-CONTÁBIL se unirá à Planilha para que NELA o lançamento seja por COMPETÊNCIA.
2 – ENVIA PLANILHA-SÍNTESE À RENACCON. Pode cobrar 50% dos honorários, antecipando a taxa para “rodar” o Indicare se for Análise COMPLETA e recebe ANÁLISE (FUNDAMENTAL ou COMPLETA) DA RENACCON.
3 – ESTUDA A ANÁLISE QUE COMPLETOU, tira dúvidas com Renaccon (quando precisar, inclusive via skype agendado e
4 – APRESENTA AO CLIENTE: com ou sem ajuda da Renaccon (via skype) e Recebe o restante dos honorários e elogios!
5 – Repassa a parte da Renaccon, se houver.
6 – Oferece Planejamento com CONTROLADORIA – acompanhamento.

Depoimentos

Adelino Denk

d2“A metodologia Augest-Indicare  de análise empresarial, do Prof. César Abicalaffe, é a mais completa e única que possibilita identificar como a empresa pode ganhar mais. Vai muito além da análise de indicadores atuais da empresa e aponta os ganhos para os próximos 5 anos, sendo inédita neste quesito (especialmente pelos indicadores combinados: área patrimonial, financeira e econômica). Na avaliação de diversas metodologias de análise empresarial nestes 20 anos de assessoria empresarial, considero a metodologia Augest-Indicare diferenciada, pois na aplicação da mesma a satisfação é total, permitindo estabelecer quais as melhorias a serem desenvolvidas para alcançar o máximo de resultados nos próximos anos. Ou seja, o método indica também o que e como deve ser feito para evitar perdas.”

Augusto César Gontijo

d3“Foi então que, através de uma luz divina, pesquisando encontrei um site com o Professor Abicalaffe e tudo começou a clarear, paguei pra ver! Assisti ao 1° vídeo da primeira aula e quando aquele senhor começou a falar sobre planilha síntese com fórmulas extras de análises de balanços projetados, um software de 3.000 mil fórmulas medindo e combinando fórmulas contábeis, financeiras e patrimoniais, usando gráficos e termômetros para medir com antecedência falências das empresas, com os dois maiores autores que estudei minha vida inteira JPS e ABM, e ainda com um diagrama (DUPONT) no final… não acreditei!”

Gediel Patrício

d1“A Buddemeyer, buscando constante aperfeiçoamento no seu orçamento econômico-financeiro, utiliza a metodologia AUGEST do prof. Cesar Abicalaffe, viabilizando uma análise de melhorias possíveis e tendência de ganhos em seus indicadores”.